Quarta-feira, 8 de Novembro de 2006

Educação Formal e Educação Não Formal

Olá!!

Na linha do post do grupo sobre Educação temos a educação como um processo dinâmico e contínuo que visa comunicar e transmitir valores ou conhecimentos para a construção de um desenvolvimento harmonioso e integrado dos indivíduos ao longo da vida. A educação é também vital à promoção do desenvolvimento sustentável e à melhoria das capacidades humanas. No entanto, divide-se em várias dimensões... 

  •  Educação Formal

Compreende as instituições e meios de formação e ensino-aprendizagem enquadrados pela estrutura educativa graduada, hierarquizada e oficializada de determinado país.  Traduz a educação escolar ou sistema de ensino e desenvolve-se por níveis tendo por base uma organização curricular, em regra de natureza racionalizada, sequencial e sistemática. Na linha de pensamento de Paulo Freire, esta tem ainda objectivos claros e específicos que são implementados normalmente no espaço escola. Todo este espaço é marcado pela regularidade, pela sequencialidade e pela formalidade. Assim, a educação, incluindo a educação formal, a consciência pública e a formação, devem ser reconhecidas como um processo através do qual os seres humanos e as sociedades podem alcançar o seu completo potencial.

 

  • Educação Não Formal

Define-se como qualquer tentativa educacional organizada e sistemática que, normalmente, se realiza fora dos quadros do sistema formal de ensino.

A educação não formal é mais difusa, menos hierárquica e menos burocrática(Moacir Gadotti) na medida em que compreende o conjunto de instituições e meios educativos de natureza intencional e com objectivos definidos, mas que não fazem parte do sistema formal. Recebe também o significado de educação extra-escolar e atende a objectivos muito heterogéneos: educação permanente e de adultos, animação sociocultural, educação para os tempos livres, desenvolvimento comunitário, reciclagem e reconversão profissional, etc decorrendo daqui toda a sua flexibilidade e respeito pela diferenças de cada um. A realização desta modalidade educativa pode ter lugar em formatos muitos semelhantes à educação escolar - em estruturas de extensão cultural do sistema escolar - ou em sistemas mais livres, não convencionais recorrendo a meios de comunicação social e tecnologias educativas específicas, como é exemplo o ensino à distância.

 

  • Educação Formal versus Educação Não Formal

A educação formal tem objectivos claros e específicos e é representada principalmente pelas escolas e universidades. Ela depende de uma directriz educacional centralizada como o currículo, com estruturas hierárquicas e burocráticas, determinadas em nível nacional, com orgãos fiscalizadores dos ministérios da Educação.

Já a educação não formal é mais difusa menos hierárquica e menos burocrática. Os programas da educação não formal não precisam necessariamente de seguir um sistema sequencial e hierárquico de "progressão". Podem ter duração variável e, podem, ou não conceder certificados de aprendizagem decorrendo daí toda a sua flexibilidade.

 Assim, no entender do grupo de trabalho, temos que estes dois formatos de educação são bastante importantes. No entanto como forma de obter o crescimento sustentado e harmonioso dos indivíduos entendemos que devem interagir pois um e outro fornecem dimensões distintas e importantes para a formação dos indivíduos. Os contextos formais dão-nos toda uma base de conhecimentos mas é necessário ter-mos também em conta toda a dimensão não formal da educação que nos fornece experiências também elas importantes para o dia-a-dia!


 

sinto-me:
publicado por liveinEduc às 11:58
link do post | comentar | favorito
2 comentários:
De Clara Coutinho a 12 de Novembro de 2006 às 10:46
Bom dia a todos!
De novo fiquei satisfeita com a visita ao vosso blogue e, sobretudo, com a leitura do post semanal. Os conceitos bem percebidos, claros, bem apresentados e ilustrados.
Parabéns!
Como sugestão para irem mais longe, acho que apenas falta deixarem no final do texto algumas sugestões de links e ou leituras suplementares para os leitores mais exigentes.
De David Bassous a 9 de Junho de 2011 às 15:12
Bom dia!
Sou do Rio de Janeiro (Brasil), adorei o texto e coloco uma sugestão: assistam este video: http://www.youtube.com/watch?v=mM1z5bL_4fU
É um trabalho com pessoas com necessidades especiais e a capoeira.
Beijo a todos,
David Bassous (Mestre Bujão).

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Junho 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Reflexão Final

. Impacto das Comunidades d...

. Processos Colaborativos n...

. Abordagens Educacionais n...

. Democratização do Acesso ...

. Rede e contextos de Forma...

. Aqui estamos de novo!!

. Bom Natal!!

. A blogosfera!!

. Bases teóricas e conceptu...

.arquivos

. Junho 2007

. Maio 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds