Terça-feira, 5 de Junho de 2007

Processos Colaborativos nas Comunidades de Aprendizagem em Rede

A Internet constitui actualmente a rede telemática de maior recurso atendendo ao número de membros que congrega, à diversidade de serviços que disponibiliza e à quantidade de informação que permite.    

                                         

As práticas de comunicação em rede estão na origem do desenvolvimento de novas abordagens nos processos de experimentação e inovação na educação para a sociedade do conhecimento, que se estendem do acesso à informação aos modos de comunicar, da representação distribuída à construção colaborativa do conhecimento. Nesta perspectiva, as tecnologias de informação são mais do que um simples meio de contacto e transporte de informação, para se apresentarem como o instrumento para a aprendizagem e a construção colaborativa do conhecimento, desenvolvendo assim novas formas para o modo como os alunos aprendem e também novos contextos para a realização das aprendizagens online.  Neste sentido, a aprendizagem em rede é orientada para a comunidade e pela comunidade. E constitui, por outro lado, uma expressão dos processos de autonomia das comunidades de aprendizagem online, cujo modelo organizacional descentralizado acentua o papel dos seus membros na definição dos objectivos, tarefas e ciclo da construção conjunta das aprendizagens que caracterizam o processo de desenvolvimento das actividades das comunidades online.

 

 

 

As práticas de aprendizagem baseada na Web, permitem a quebra dos constrangimentos tradicionais como o tempo, o espaço físico, a unidimensionalidade da representação e ainda os de ordem social, nomeadamente para projectar a sala de aula na sua dimensão virtual, para fomentar a simulação dos contextos de representação distribuída de conhecimento na rede, e para promover a aprendizagem como um processo colaborativo e flexível.                                                                                  

O modelo colaborativo para a aprendizagem na Web baseia-se na interacção, a partir da qual e em regime não presencial os membros da comunidade desenvolvem redes de partilha dos modelos mentais através das tecnologias de comunicação em rede.    

Em nosso entender, a aprendizagem colaborativa encara o aluno como elemento activo no processo de aprendizagem e oferece aos alunos grandes possibilidades de desenvolvimento de competências sociais e cognitivas pela troca de experiências e conhecimentos evidenciados.

Assim é neste caminho que devemos apostar paara a construção de um conhecimento mais significativo para todos, que permita toda a gente tirar vantagens do acesso à informação.

publicado por liveinEduc às 16:32
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Junho 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Reflexão Final

. Impacto das Comunidades d...

. Processos Colaborativos n...

. Abordagens Educacionais n...

. Democratização do Acesso ...

. Rede e contextos de Forma...

. Aqui estamos de novo!!

. Bom Natal!!

. A blogosfera!!

. Bases teóricas e conceptu...

.arquivos

. Junho 2007

. Maio 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds